quarta-feira, 15 de agosto 5:33
assine
Postado:     09:43

Presente médio nesse Dia das Mães será de 453 reais

Share

Pesquisa do Ibope feita a pedido do Google mostra que 88% dos brasileiros vão dar algum presente nesse Dia das Mães


Dia das Mães: 88% dos brasileiros vão comprar um presente na data (SamuelBrownNG/Thinkstock)

São Paulo – A economia brasileira está recuperando seu fôlego em 2017. E os consumidores também.

Apesar da cautela em gastar, a maioria dos brasileiros vai presentear mães e esposas no Dia das Mães desse ano, que acontece no próximo domingo (14).

Uma nova pesquisa do Google e do Ibope revela que 88% dos brasileiros vão dar algum presente na data.

O valor do ticket médio (ou seja, o valor médios dos presentes dados) será de 453 reais. O valor é abaixo do gasto médio de 2016, que foi de 467 reais.

A “Pesquisa Intenção de Compras Ibope Inteligência” foi feita pelo Ibope a pedido do Google Brasil. Ela conversou com consumidores de classes A, B e C, nas principais regiões do país.

Confira os principais resultados da pesquisa:

 

Presentes

Os presentes mais desejados se concentram em duas categorias: moda e acessórios (54%) e produtos para uso pessoal (46%).

Lembranças, como chocolates e flores, vêm em terceiro com 38% de intenção de compra. Em quarto, eletrônicos e eletrodomésticos, com 26%.

A maioria dos presentes se concentram na faixa que vai dos 51 até os 200 reais. 28% pretendem gastar entre 51 e 100 reais e 25% pretendem gastar entre 101 e 200 reais.

Presentes acima dos mil reais não são tão raros: 11% pretendem ter esse gasto.

 

Pesquisa

Os consumidores também vão pesquisar muito antes de optar pela compra.

80% pretendem pesquisar e apenas 20% não pretendem.

Entre os que pesquisam, 75% usam sites de busca, 66% pesquisam diretamente em lojas online e 39% em lojas offline.

 

Mobile

O celular terá um papel de destaque no consumo do Dia das Mães. 1 entre 4 compras será feita via mobile.

Se em 2015 apenas 11% usavam o celular para pesquisar produtos antes de comprar, hoje 31% dos consumidores já têm esse hábito.

Em 2015, também, apenas 8% faziam uma compra pelo celular. Hoje já são 25%.

 

Fonte: Exame.com

 

 

Área para Assinantes

Por favor, logue no site.