quarta-feira, 15 de agosto 5:35
assine
Postado:     08:38

Teatro sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes é realizado em Coronel Martins

Share

Aos 12 anos de idade Renata Barbosa foi abusada sexualmente pelo padrasto. O baque foi tamanho que se viu desamparada e morando na rua. Com muita luta e ajuda, Renata superou o trauma. Aos 29 anos, é casada e mãe de cinco filhos.

Ontem (14), Renata contou sua história para crianças, adolescentes e famílias de Coronel Martins após a peça de teatro apresentada pela companhia da qual ela faz parte, o Teatro Tio Tony. “É um tema difícil de alguém se expor, abrir o coração e falar, mas eu tenho certeza que com esse trabalho vamos trazer casos a tona e pessoas serão salvas. Se nossa passagem por aqui surtir o efeito de salvar uma criança de qualquer tipo de maus tratos já valeu todo o sacrifício”, comenta Renata. 

A apresentação teatral sobre o abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes, faz parte da programação do Maio Amarelo desenvolvida pela Secretaria de Assistência Social e pelo CRAS do Município. “Preparamos essa atividade diferenciada para estar introduzindo o assunto em nossa sociedade. Trabalhamos o tema com os alunos das escolas, do SCFV e com as famílias do PAIF, ou seja, estamos buscando envolver o maior número de pessoas possíveis”, explica a coordenadora do CRAS, Chaiane Zanatta.

Em seguida ao teatro, a psicologia da Secretaria de Assistência Social, Sonia Bottega, orientou e deu dicas de como proceder e procurar ajuda em casos como de abuso sexual à crianças e adolescentes. “É um tema que precisa ser trabalhado em nosso município, para que as pessoas tenham mais clareza e consigam identificar situações de abusos e entender que quando uma criança sofre abusos ela não deve se envergonhar disso, ficar calada e sofrendo essas violências. É preciso denunciar para se livrar desse mal que está acontecendo com ela. Quem tem que se envergonhar desse ato é a pessoa que cometeu o abuso e não ela. Então tratar sobre isso é fundamental”, orienta a psicóloga.

Na próxima sexta-feira, dia 18 de maio, acontece uma caminhada no centro da cidade para alertar sobre o tema. “Convidamos a todos que participem desta

atividade conosco, a saída em caminhada será às 8h30 da manhã em frente a escola estadual”, convida Chaiane.

Orientações e ajuda para crianças e adolescentes que sofrem abuso sexual podem ser obtidas junto a Secretaria de Assistência Social do Município, no CRAS, Conselho Tutelar ou discando 100, pelo Disque Denúncia. Denunciar é preciso.

 

Informações e Foto: ASCOM Coronel Martins

Área para Assinantes

Por favor, logue no site.